{RESENHA} EXTRAORDINÁRIO - R. J. PALÁCIO




SINOPSE
August (Auggie) Pullman nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora.
Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade - um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.
 "O que é belo é bom, e o que é bom em breve será belo" - Safo.

Em Extraordinário, temos a oportunidade de fazer parte da vida de um garoto chamado August Pullman, mais conhecido como Auggie, que nasceu com uma síndrome genética que acarretou numa deformidade facial; consequentemente, teve que passar por inúmeras cirurgias complicadas e delicadas. Por este motivo, não frequentou uma escola de verdade; mas, agora terá a chance de conhecer o ambiente escolar do ensino fundamental, tanto as suas maravilhas, quanto as suas imperfeições.


" {...} Acho que deveria haver uma regra que determinasse que todas as pessoas do mundo tinham que ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida."

 O enredo nos mostra como é ser descrito como "esquisito" e ser aluno novo em uma escola particular, pode não ser a pior coisa do mundo. Auggie convive com os olhares tortos e assombrados em sua direção desde pequeno, todos fazendo pressuposições ao seu respeito pela sua sequela.

Mas, quando há um ginásio enorme cheio de pais, a garoa se transforma numa tempestade. Os olhares de todo mundo atingem você como um paredão de água." - pág 214.

 Na escola, ele aprenderá o valor da amizade e como as suas decisões e escolhas, pode sim, mostrar a todos que é  apenas um menino normal, apesar de tudo. E com o seu  jeito encantador e extrovertido tem o poder de mudar as mentes de pessoas preconceituosas, presas a vaidade disseminados na sociedade, podem reaprender o caminho da gentiliza e do amor ao próximo.

 Esse preceito significa que deveríamos ser lembrados pelas coisas que fazemos. Elas importam mais do que tudo.Mais do que aquilo que dizemos ou do que nossa aparência. As coisas que fazemos sobrevivem a nós. São como os monumentos que as pessoas erguem em honra dos heróis depois que eles morrem. Como as piramides que os egípcios construíam para homenagear os faraós. Só que, em vez de pedra, são feitas das lembranças que as pessoas têm de você. Por isso nossos feitos são nossos monumentos. Construídos com memorias em vez de pedra." - pág. 72

Uma narrativa contada por August e por pessoas que convivem com ele dia-a-dia, nos permite conhecer profundamente a singularidade da situação por perspectivas alternativas; a autora conseguiu nos fazer, gradativamente, nos encantar por Auggie, que é apenas um garoto corajoso que enfrentou desafios difíceis e desbravou barreiras de preconceito  a sua volta. Um história que nos ensina a cultivar gentilezas e preceitos, onde nem tudo é o que parece ser; e que às vezes tudo que precisamos é de amigos.

Beijos!

{RESENHA} MISTER ABACAXI, BRUNO GODOI E VINÍCIUS CÉSAR.

Título: Mister Abacaxi
Autor: Bruno Godoi e Vinícius César
Ano: 2016 
Páginas: 191
Editora: Coerência




Mister Abacaxi é um garoto de doze anos que sofre bullying na escola e que precisa recuperar o tempo perdido (ele tomou três bombas) pra ganhar um beijo da Rose (e pra parar de ser zoado pelos colegas). Enquanto não beija a garota, o Mister estuda o Manual Pra Super-Herói, e vai, aos poucos, progredindo na carreira de vigilante (além de proteger os meninos mais fracos).



{PRIMEIRAS IMPRESSÕES} A VILA DOS PECADOS - SORAYA ABUCHAIM.



Como não me empolgar em ler mais uma obra da Soraya Abuchaim? Pois é, assim que vi que o livro estava disponível para as primeiras impressões, tive uma pequena crise de ansiedade, pois a Soraya foi a escritora que me "puxou" a entrar nesse mundo do suspense, que antes, era um gênero que não habitava a minha estante.

{SORTEIO DE ANIVERSÁRIO} #02ANOSDOBLOGUAL


Em maio, o blog irá completar 02 anos, e vai rolar vários sorteios pelas redes sociais do blog.Então vamos ao primeiro sorteio.





{PRIMEIRAS IMPRESSÕES} LACRYMOSA - JULIANA DAGLIO.


Olá amantes, tudo bem?
Hoje trago mais um post de "Primeiras impressões", e o livro da vez é o "LACRYMOSA", da autora Juliana Daglio.
Espero que gostem das minhas impressões.




Sinopse: O nome dela não é Valery Green. Também não nasceu no Kansas, e sua família toda não morreu num acidente de carro onde ela foi a única sobrevivente. Nascida num mundo de trevas e segredos apocalípticos, a garota feita de mentiras luta dia após dia para ter uma vida longe de sua verdadeira identidade e de seu dom misterioso, o qual ela julga como uma maldição.
Por cinco anos, ela conseguiu. Escondida na pacata Darkville, tornou-se uma respeitada Detetive, conhecida por sua frieza e eficácia no trabalho. Seu companheiro Axel parece ter orgulho de trabalharem juntos, até ficar frente a frente ao que encontraram na busca daquela noite - um demônio dentro de uma garotinha.
Para ajudar a pequena Anastacia, Valery terá que colocar em risco o trabalho na polícia e seu relacionamento com Axel, recorrendo à ajuda do Padre Henry Chastain, um
velho conhecido. Desenterrando um passado cheio de exorcismos, perseguições e batalhas contra demônios, esse reencontro não promete ser feito de abraços e boas-vindas.
Chas, como ela o chama, é conhecido como o maior Exorcista vivo - a Espada de Sal do
Vaticano, e é sua única esperança de lutar contra o novo inimigo, mas também representa
o ponto fraco de si mesma e o acesso a um passado doloroso que pode despertar seus próprios demônios interiores.

{RESENHA} ANTOLOGIA - MAIS AMOR, POR FAVOR.


Título: Mais amor, por favor.
Autores: Vários
Editora: Coerência
Gênero: Antologia | Romance



Sinopse: “Era uma vez uma história de amor...”Ah, como é teimoso esse tal de ser humano, que insiste em falar de amor! Passam-se os séculos e ali está ele debruçado sobre folhas de papel, tentando dar forma ao que se faz tão abstrato na alma, em uma sede incontrolável de colocar em palavras o que sequer se permite ser explicado.O amor pode apenas ser sentido, jamais entendido. Entra em nossas vidas sem permissão, nas formas e momentos que menos esperamos, e talvez seja este o motivo para tamanha obsessão do homem em tentar decifrá-lo: esse poderoso sentimento, nomeado em quatro inocentes letras, é uma das poucas coisas sobre as quais não temos absolutamente nenhum controle. Impossível decidir quando ele chega e quando deve ir embora, quando irá nos ferir ou nos enlouquecer... e, tal qual uma onda furiosa que se forma no mar, não há como tentar conter os efeitos avassaladores que provocará em nós.Ah, como é teimoso esse tal de ser humano, que não admite haver qualquer coisa no mundo que ele não domine! E aqui estamos nós, um bando de teimosos reunidos para, uma vez mais, escrever sobre o amor. E aqui está você, vasculhando essas páginas em busca de alguma palavra que o ajude a desvendar tal sentimento. Sinto informar, caro leitor, mas não é o que encontrará neste livro. Ele não possui qualquer resposta ou conclusão; em vez disso, carrega em cada página o desabafo de um coração rendido, que se confessa incapaz de dominar o amor e, desse modo, une-se aos grandes poetas e filósofos da humanidade na ininterrupta prática de tentar expressá-lo. Porque o amor, de tão intenso, não basta ser sentido; ele precisa ser contado.Com todo o meu amor, em todas as suas abstratas formas, Samanta Holtz, Escritora